ANÁLISE DOS ESPAÇOS URBANOS DESTINADOS AO ASSENTAMENTO DE HABITAÇÃO DE INTERESSE SOCIAL: POLÍTICAS, TEMPORALIDADES E EVIDÊNCIAS SOCIO-ESPACIAIS

Giullia Junqueira Pessanha, Guilherme Gonçalves Pereira, João Pedro da Mota Madalena, Júlia Cândido da Penha Regis, Nathália Aline Rangel Marinho, Lara de Almeida Coelho Gimenes, Ronald Fonseca Ribeiro Mata, Mário Márcio Santos Queiroz

Resumo


O presente trabalho tem como objetivo uma reflexão sobre a inserção dos espaços destinados as habitações de interesse social na cidade consolidada, sendo levantadas questões como a favelização de parte destes territórios urbanos. Este texto se insere na área das ciências sociais aplicadas, tendo seu tema focado na inserção da favela na cidade consolidada, onde ela se situa mas não se encontra inclusa, por estar fora dos “padrões” de legalidade urbanística. Configura-se pela ação de autoconstrução pelos próprios moradores e no descumprimento de regras básicas de planejamento urbanístico, tais como arruamento, calçadas, afastamentos, entre tantos outros. Percebe-se a não inserção da favela na cidade e a consequente exclusão sócio-espacial e configurada pela estigmatização social direcionada à marginalização dos moradores ali assentados. 


Palavras-chave


Arquitetura; Espacialização Urbana; Habitação de Interesse Social; Programas Habitacionais; Urbanismo.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.25242/887671920171170

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2017 Giullia Junqueira Pessanha, Guilherme Gonçalves Pereira, João Pedro da Mota Madalena, Júlia Cândido da Penha Regis, Nathália Aline Rangel Marinho, Lara de Almeida Coelho Gimenes, Ronald Fonseca Ribeiro Mata, Mário Márcio Santos Queiroz

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.