ANÁLISE DE FALHA E DO PROJETO CONSTRUTIVO DE UM VASO DE PRESSÃO

Bárbara Ferreira de Oliveira

Resumo


Neste artigo foi feita análise da falha e do projeto construtivo de um vaso de pressão germinado, que sofreu uma trinca transversal na região do anel de reforço e solda de interligação da parede horizontal do vaso com a vertical. Primeiramente foi feito ensaio não destrutivo por líquido penetrante para revelar da trinca e o ensaio de ultrassom para medição de espessura da parede do vaso. Para análise dos materiais, inicialmente foram retiradas amostras dos cilindros vertical e horizonal distantes da solda a fim de realizar análise química e microestrutural da seção transversal do material de cada cilindro e determinação de dureza Vickers. As mesmas análises foram realizadas na região soldada trincada a fim de verificar se as mudanças metalúrgicas ocasionadas pelo processo de soldagem foram responsáveis pela formação da trinca. A análise do projeto utilizado foi realizada a partir do cálculo de espessura mínima admissível, pressão máxima de trabalho admissível (PMTA) e as dimensões necessárias para o anel de reforço ideal de acordo com as condições de operação estabelecidas pelo fabricante, empregado de acordo com o código de projeto internacional ASME Section VIII, Divisão 1. Também foi verificado se o ajuste da seção soldada na qual foi encontrada a trinca apresentava um desalinhamento dentro das tolerâncias estabelecidas pelo código. Após análise dos resultados, verificou-se que a falha foi ocasionada por um procedimento mal executado, que poderia ter sido evitado caso as recomendações do código tivessem sido acatadas.


Palavras-chave


Vaso de pressão; Falha; Projeto

Texto completo:

PDF

Referências


ASHBY, M. F. Materials Selection in Mechanical Design. 3.ed. Oxford: Butterworth-Heinemann, 2005. 624 p.

ASM HANDBOOK COMMITEE. Properties and Selection: Irons, Steels, and High-Performance Alloys. American Society for Metals, v. 1, 1063 p., 1990.

ASTM A414 414M. Standard Specification for Steel, Sheet, Carbon, for Pressure Vessels. 2011.

BRUCE, W. A.; ETHERIDGE, B. C. Further development of heat-affected zone hardness limits for in-service welding. In: 2012 9th International Pipeline Conference. American Society of Mechanical Engineers, 2012. p. 71-81.

CAMPOS, M. A. Estudo das Instalações de Caldeira e Vasos de Pressão de uma Instituição Hospitalar sob Análise da NR 13. 2011. 80 p. Monografia (Curso de Especialização) – Universidade do Extremo Sul Catarinense, Criciúma, 2011.

CHIAVERINI, V. Tecnologia Mecânica. 2.ed. São Paulo: McGraw-Hill. 1996.

DUTKA, K.; STABRYLA. Quality of welded joints and safety of pressure vessels, Welding International, 2015.

GÓIS, L. M. N; MATOS, R. L. Como dimensionar um vaso separador líquido-vapor para processamento primário de petróleo. In: VII CONGRESSO BRASILEIRO DE TERMODINÂMICA APLICADA. Salvador, Bahia. 2013.

GRAINGER, S. BLUNT, J. Engineering Coatings: Design and Application. 2.ed. Cambridge: Woodhead Publishing. 1998. 336 p.

HUPPES, R. M. Análise de Falha em um Vaso de Pressão. 2009. 17 p. Monografia (Bacharelado) – Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2009.

KHATTAK, M. A.; MUKHTAR, A.; KHAN, K. Azam. Common root causes of pressure vessel failures: a review. Advanced Research in Applied Mechanics, v. 21, n. 1, 2016.

LOSITO, R. M. Análise do Comportamento de um Vaso de Pressão em Condição de Teste Hidrostático. 2015. 58 p. Monografia (Bacharelado) – Centro Federal de Educação Tecnológica Celso Suckow da Fonseca, Rio de Janeiro, 2015.

MIRANDA, P. E. V.; RODRIGUES, J. A. Gases em metais e ligas: fundamentos e aplicações na engenharia. Rio de Janeiro, Editora Didática e Científica. 1994.

MOSNIER, D.; DAUDONNET, B.; RENARD, J.; MAYROTHALASSITIS, G.; MERCIER, Metallic pressure vessels failures. In: 25. ESReDA Seminar. European communities. Luxembourg, 2003. p. 129-141.

NACE SP0472-15 STANDARD PRACTICE. Methods and Controls to Prevent In-Service Environmental Cracking of Carbon Steel Weldments in Corrosive Petroleum Refining Environments. Nace Internacional, 2010.

TELLES, P. C. S., Vasos de Pressão. 2.ed. Rio de Janeiro: Livros Técnicos e Científicos Editora S.A. 2012.

VITEZ, I.; BUDIĆ, I; SEBASTIJANOVIĆ, S; The control of cracks in pressure vessels exposed to aggressive media. Materiali in tehnologije, v. 34, n. 6, p. 433, 2000.




DOI: https://doi.org/10.25242/885X92420191731

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2019 Bárbara Ferreira de Oliveira

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.