CONFIABILIDADE DE ESTACAS EMPREGANDO MÉTODO DE ESTIMATIVAS PONTUAIS

Aline de Viegas Beloni, Bruna Sá Britto Valério, Antônio Marcos de Lima Alves, Mauro de Vasconcellos Real

Resumo


RESUMO

 

O objetivo do presente trabalho é a análise de confiabilidade quanto à ruptura geotécnica das estacas de uma área do cais modernizado do Porto Novo de Rio Grande, RS, Brasil. O carregamento característico sobre as estacas foi obtido a partir de dados descritos no memorial de cálculo da obra, considerando-se diversas relações entre as parcelas permanente e variável das cargas. A capacidade de carga das estacas foi estimada a partir das negas medidas ao final da cravação, através da adoção de uma fórmula dinâmica. O Método das Estimativas Pontuais foi adotado na avaliação das dispersões dos carregamentos e das capacidades de carga das estacas. A partir das curvas de distribuição de probabilidades dos carregamentos e das capacidades de carga, foram calculados os índices de confiabilidade e as probabilidades de ruína da área do cais em estudo, para diversos cenários de variabilidade dos carregamentos. De acordo com a literatura na área da engenharia de fundações, são geralmente considerados aceitáveis valores de índices de confiabilidade superiores a 3,09, que conduzem a probabilidades de ruína inferiores a 1/1000 eventos. Os resultados obtidos neste estudo apresentam-se superiores ao valor indicado na literatura, portanto comprovando a segurança e a confiabilidade da obra.


 

Palavras-chave: Fundações; Confiabilidade; Método das Estimativas Pontuais.


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.25242/885X82020181300

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2018 Aline de Viegas Beloni, Bruna Sá Britto Valério, Antônio Marcos de Lima Alves, Mauro de Vasconcellos Real

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.