CONFIABILIDADE DE UMA ESTACA QUANTO A RECALQUES ADMISSÍVEIS

Morgana Driéli Wegmann, Antônio Marcos de Lima Alves, Mauro Vasconcellos Real

Resumo


RESUMO

 

O presente estudo avalia a confiabilidade quanto à ocorrência de recalques admissíveis em uma estaca que compõe as fundações de um cais portuário, ressaltando o efeito da variabilidade dos parâmetros geotécnicos e das solicitações às quais estas estruturas estão expostas. Inicialmente foi aplicado um modelo analítico para a previsão do recalque na estaca, que foi validado confrontando-se os seus resultados com resultados de um modelo numérico e com dados experimentais. Posteriormente procedeu-se à avaliação da influência da variabilidade de alguns parâmetros do modelo analítico na variabilidade do recalque previsto, empregando o método probabilístico de Rosenblueth. Foi realizado também um estudo de sensibilidade, buscando avaliar a influência individual de cada variável aleatória na variabilidade final do recalque previsto. Em função dos resultados obtidos se verifica que o módulo de cisalhamento do maciço de solo ao redor da estaca é o parâmetro com maior influência na variabilidade do recalque estimado. Por fim, considerando-se valores toleráveis de recalque de estacas correntemente adotados na prática de engenharia, e estimando-se coeficientes de variação para estes recalques toleráveis, foi possível calcular índices de confiabilidade para a ocorrência de recalques abaixo dos limites pré-estabelecidos.


 

Palavras-chave: Cais portuário; Fundações; Recalques.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.25242/885X82020181299

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2018 Morgana Driéli Wegmann, Antônio Marcos de Lima Alves, Mauro Vasconcellos Real

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.