A IMPORTÂNCIA DO DIAGNÓSTICO PRECOCE DO CÂNCER DE MAMA E SUA MAGNITUDE NO UNIVERSO FEMININO

SILVA, E.L.S, VIANA, E.R

Resumo


O câncer de mama é a segunda neoplasia maligna mais freqüente na população feminina. A cada ano 1,6 milhões de mulheres são diagnosticadas no mundo com a neoplasia. A estimativa da incidência do ano de 2014 aponta 157.120. Tendo a cada grupo de 100 mulheres, estima-se 52 casos (BRASIL, 2014). Segundo o INCA: Este câncer é a segunda causa de morte por doença no Brasil, precedido apenas pelas doenças cardiovasculares (GOMES et AL., 2007). Vale ressaltar que o controle do câncer de mama apresenta singularidades quando comparado com outras doenças. São ações que vão desde a prevenção primária, eliminação de exposições a fatores cancerígenos além do conhecimento que a mulher possui sobre a neoplasia. Quanto maior o autoconhecimento da mulher sobre seu corpo e acima de tudo sobre a neoplasia melhor será o tratamento e a possibilidade de cura (MOLINA et AL.,2003). Diante dessa realidade o Ministério da Saúde vem propondo políticas relacionadas ao câncer de mama. Como o Programa (viva mulher) afim, de implantar diretrizes para detecção da neoplasia no Brasil. Tendo como objetivo propor o controle de câncer de mama reduzindo a exposição de fatores de risco melhorando a qualidade de vida da mulher contribuindo para redução da mortalidade das mesmas através do diagnóstico precoce (BRASIL, 2013). Visando a eficácia a efetividade e a segurança das praticas e diretrizes garantindo à otimização dessa assistência. (BRASIL, 2014). Descrever o conhecimento das mulheres acometidas por neoplasia de mama relacionadas à influencia e a detecção precoce, analisar a importância do diagnóstico precoce em mulheres acometidas por câncer de mama, analisar os fatores de riscos relacionados ao câncer de mama e relatar o impacto do câncer de mama na qualidade de vida. Trata-se de uma pesquisa, Qualitativa de natureza descritivo-exploratória e como técnica de analise de pesquisa, será a técnica de conteúdo de analise de Bardin. A pesquisa qualitativa considera que há uma relação dinâmica entre mundo real e o sujeito, isto é um vinculo indissociável entre o mundo objetivo a subjetividade do sujeito que não pode ser traduzido em números. Espera-se com o presente estudo desmistificar estigmas e estereótipos acerca das pessoas em relação à doença e as formas de tratamento. Acredita-se que através de implementações e condutas de enfermagem as pacientes portadoras de câncer de mama, a pesquisa terá impacto de forma positivo para os profissionais de saúde, acadêmicos, pacientes e a sociedade em geral.

Palavras chave: Câncer de mama, enfermagem, detecção precoce.


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.25242/88685182015749

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.