A GINÁSTICA ARTÍSTICA COMO CONTEÚDO DA EDUCAÇÃO FÍSICA ESCOLAR

Nilo Terra Arêas Neto, Celso Ferreira Junior, João Paulo Pimentel Alvarenga, Maria Auxiliadora Siqueira Viana

Resumo


O presente estudo objetivou discutir a relevância da Ginástica Artística (G.A.) no âmbito escolar. Por meio de um breve estudo de revisão de literatura que delimitou-se a pesquisar o assunto nas duas últimas décadas foi possível constatar que a Ginástica Artística pode e deve ser utilizada como estratégia de trabalho nas aulas de Educação Física Escolar. O que a credencia para tal é a multiplicidade de experiências corporais extremamente importantes para o desenvolvimento global do indivíduo, especialmente de alunos das séries iniciais do Ensino Fundamental, que são enfatizadas e trabalhadas em suas sessões.  Constatou-se que variáveis como: coordenação, rítmo, inteligência cinestésica-corporal, lateralidade, força, flexibilidade presentes na aprendizagem dos movimentos acrobáticos e pré-acrobáticos da G.A. contribuem positivamente para a aquisição de habilidades psicomotrizes, cognitivas e afetivas. Além disso, pôde-se verificar também que aspectos psicoemocionais como a superação do risco implícito na aprendizagem das acrobacias podem promover o resgate e o incremento da auto-confiança e da auto-estima de seus praticantes. Contudo, fatores como falta de qualificação, falta de material pedagógico, o mito da baixa estatura e desinformação por parte de gestores e coordenadores da área foram considerados os principais motivos para a exclusão da G.A. do contexto Escolar.


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.25242/8868252012224

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.