A DIETOTERAPIA COMO TRATAMENTO FUNDAMENTAL PARA DIVERTICULITE

Emanuelle Cristine Cheuczuk, Evelyn Cristini Costa, Fernanda Rebequi, Gabriela de Oliveira Góes, Caryna Eurich Mazur

Resumo


O objetivo deste trabalho foi identificar por meio de revisão bibliográfica, o impacto da dietoterapia sobre o tratamento da diverticulite de cólon. A pesquisa dos artigos científicos foi realizada no período de fevereiro de 2016, sendo as bases de dados utilizadas para seleção foram: SCIELO (Scientific Electronic Library Online), LILACS (Literatura Latino-Americana e do Caribe em Ciências e Saúde), PUBMED (National Lybrary of Medicine) e BIREME. A diverticulite é decorrente da inflamação de pequenas bolsas (divertículas) formadas nas paredes do cólon devido à obstipação intestinal. A doença ocorre a partir da invasão dos vasos sanguíneos causado pelo aumento da pressão intraluminal na parede intestinal. As fibras estão associadas à diminuição dos riscos da diverticulite. Uma revisão realizada sobre os fatores dietéticos associados com a doença indicou que uma dieta rica em fibras e pobre em gorduras e carne vermelha diminui os riscos de desenvolvimento da doença. Conclui-se que deve haver modificações na dieta dos pacientes portadores desta enfermidade, com aumento da ingestão de fibras e redução do consumo de gorduras e carnes vermelhas, pois a dieta é considerada a primeira linha para as medidas de prevenção e tratamento da diverticulite.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.25242/886862220161051

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.